Depois da crise, BlackBerry volta a respirar